Clarion apresenta tratamento de alta performance contra Tripanossomose Bovina

AvivA também promove tratamento de alta performance contra a tripanossomose bovina. Corta a febre, alivia a dor, abre o apetite, revigora a anemia e o quadro geral do animal em dose única. 

AvivA é o único Diminazeno com formulação em longa ação do mercado, sua performance como Hemoparasiticida promove rápida resposta terapêutica contra a Babesiose (Tristezinha) e também contra a Tripanossomose Bovina.

A Tripanossomose é uma enfermidade causada pelo hemoparasito (protozoário) Trypanossoma spp e pode promover sérios prejuízos à pecuária bovina. (CORRÊA e CORRÊA, 1992).

No Brasil, para os bovinos, o Trypanossoma vivax (RIET-CORREA et al., 2007) e o Trypanossoma evansi (Mal das Cadeiras) são os mais frequentes, sendo que este segundo causa muita fraqueza nos animais e muitos acabam quebrando os membros posteriores.

Em Minas Gerais, Abrão et al. (2009) demonstrou os impactos econômicos que a doença provocou numa propriedade leiteira com queda de 47% na produção de leite. O alto custo com tratamento, os prejuízos decorrentes do descarte do leite, o aumento significativo no número de óbitos e abortos teve alta relevância quando comparados ao período em que doença não havia sido introduzida na propriedade. A morbidade nos animais contaminados por T. vivax foi de 65,7%.

A transmissão se dá por meio de moscas hematófagas infectadas, principalmente a mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans), e também, em menor frequência pela mosca-dos-chifres (Haematobia irritans) (SILVA et al., 2003). Outra via de transmissão emergente no Brasil é por meio de fômites contaminados, no qual temos como grande exemplo a reutilização de agulhas que foram usadas em animais doentes (CADIOLI et al., 2012), e também pela aquisição de animais infectados (subclínicos) de regiões endêmicas sem prévios exames de diagnostico.

Segundo Paiva et al. (2000) na fase inicial ou aguda os animais tendem a apresentar alta quantidade de parasitos no sangue (parasitemia) e picos febris. Na fase crônica não há parasitemia, apenas anemia com febre constante, sendo notável a redução na produtividade, perda de peso e queda na produção de leite. Nesta forma a doença pode passar desapercebida pelo produtor ocasionando perdas econômicas significativas.

Os principais sinais clínicos gerais dos animais acometidos são emagrecimento progressivo, debilidade, anemia, edema subcutâneo e de membros, lacrimejamento excessivo, conjuntivite, hiperexcitabilidade, sinais neurológicos e em casos mais graves coma (JONES et al., 2000).

T. vivax também pode causar danos reprodutivos em bovinos, provocando nos machos inflamação testicular, perda de libido, retardamento da puberdade e baixa qualidade seminal, e nas fêmeas podem ocorrer ciclos estrais anômalos, anestro (períodos de inatividade ovariana), morte fetal, distocia (dificuldade no parto), abortos (SILVA et al., 2004; BATISTA et al., 2008) e bezerros natimortos ou muito debilitados, promovidos pela infecção transplacentária.

Com isso, a Tripanossomose deve ser considerada para diagnóstico diferencial diante de quadros sintomáticos como os descritos acima.

O diagnóstico pode ser feito de forma direta visualizando o parasita por meio do exame de sangue (esfregaço sanguíneo) (Desquesnes et al., 1996), ou de forma indireta com testes sorológicos (CORRÊA e CORRÊA, 1992).

Abrão et al. (2009) demonstrou que o tratamento com o princípio ativo diaceturato de diminazeno foi eficiente no controle da doença em sua referencia ao acompanhamento de um surto em MG.  Verificou-se que um dia após a aplicação do fármaco o Trypanossoma vivax já estava ausente no esfregaço sanguíneo dos animais.

Para o tratamento da tripanossomose em bovinos o Clarion apresenta o produto AvivA, o único tratamento de longa ação a base de Diminazeno, associado a Fenazona, Cloridrato de Procaína e Cianocobalamina (Vitamina B12). Além de promover a eliminação do parasita no sangue dos animais, promove a redução da febre, alivia a dor, abre o apetite e auxilia na revigoração do quadro geral dos animais tratados.

O Diminazeno é uma diamidina com ação parasiticida (SILVA et al., 2009), este princípio ativo apresenta alta eficiência no tratamento das hemoparasitoses, como é o caso da Tripanossomose Bovina.

Protocolos recomendados AvivA

  • Protocolos Curativos: casos clínicos e surtos da doença.
  1. 1mL para cada 10Kg de peso vivo em dose única, ou;
  2. 1mL para cada 20Kg de peso vivo e repetir após 7 dias.
  • Protocolo Preventivo: para áreas endêmicas e aquisição de animais.
  1. 1mL para cada 20Kg de peso vivo em dose única.

Ou de acordo com a recomendação do Médico Veterinário.

Saiba mais: https://clarionsaudeanimal.com.br/produtos/antimicrobianos/aviva/

Fonte Técnica:

  • Revista Técnica: TRIPANOSSOMOSE BOVINA: SINTOMAS CLÍNICOS, DIAGNÓSTICOS E DADOS EPIZOOTIOLÓGICOS – Embrapa Pantanal.
  • Revista Técnica: CARRAPATO, TRISTEZA PARASITÁRIA E TRIPANOSSOMOSE DOS BOVINOS – Embrapa Gado de Corte.
  • Revista Ciência Animal Brasileira UFG, v. 7, n. 4, p. 455-460, out./dez. 2006.
  • Dados internos Clarion Biociências – Sipeagro nº 000005-1.000005 / 2016.
Humberto Moura
Medico Veterinário
Clarion Saúde Animal
15/01/2019|Noticias|

Deixe seu comentário

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese