Chuva, uma aliada ou um problema para os pecuaristas?

O ano de 2019 começou sinalizando altas temperaturas no Brasil central, o que registrou ao longo das primeiras semanas forte estiagem e em algumas regiões do país problemas com umidade do solo. Entretanto ao longo dos meses de fevereiro e, principalmente março, a precipitação voltou a atingir níveis elevados favorecendo em algumas regiões a manutenção de pastagens e consequentemente um suporte de alimentos que ajudam pecuaristas a equilibrar seus custos com alimentação. Esse movimento tem reflexo no mercado de preços ao produtor.

Abate histórico de novilhas sinaliza novo perfil da atividade

Os números sobre o volume total de animais abatidos no último trimestre de 2018, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostram que o abate de bois no Brasil cresceu 3,48% frente ao ano de 2017. Os números são os maiores desde 2014, quando registaram 33,9 milhões de cabeças abatidas. Não somente o abate de animais estão atingindo patamares elevados, mas também se destaca o maior abate de novilhas, que foi recorde no ano passado.

Margem positiva para o produtor de leite: momento de investimento?

O setor lácteo não poderia registrar melhor cenário do que vem sendo observado ao longo das primeiras semanas deste ano. Depois de registrar margens positivas ao longo de 2018, melhorando as contas da atividade, muito devido aos preços praticados, produtores vem trabalhando com oferta limitada do produto, o que vem sustentando e valorizando as cotações do leite dentro da porteira.

A Produtividade da pecuária de corte brasileira é histórica

Indicadores nos últimos dez anos vem mostrando consistentemente que a pecuária de corte no Brasil vem evoluindo de forma contínua, seja com o uso de tecnologias (sanidade, nutricional, genética e manejo do pasto), assim como na gestão financeira da atividade. A necessidade de se produzir mais com menos, ou seja, mais quilogramas por animal, conhecendo os números da atividade vem sendo observado dentro da porteira no país.

Inovações para o tratamento da Tristeza Parasitária Bovina

AvivA Max é único tratamento de longa ação para Tristeza Parasitária Bovina (Babesiose e/ou Anaplasmose) associado antitérmico, analgésico e anti-inflamatório em dose única. Uma nova tecnologia de formulação que favorece o efeito de longa ação para o tratamento certeiro com rápida recuperação do animal, fácil aplicação e manejo, assegurando a vida do animal elevando a produtividade.

Os paradigmas da pecuária de corte brasileira

A cadeia da pecuária de corte passou por intensas transformações nas últimas décadas. É evidente para os agentes da cadeia que, desde o início do Plano Real e do fim do movimento inflacionário e ganhos financeiros, tanto o produtor como a indústria tiveram que se adaptar à nova realidade de margens reduzidas e à necessidade de capital de giro e melhor produtividade.

Recent Posts

en_USEnglish
pt_BRPortuguese en_USEnglish